Por bibliofilia entende-se a arte de colecionar livros tendo em vista circunstâncias especiais ligadas às suas publicações, sejam pela raridade, sejam pela condição especial que apresentem, como por exemplo edição, marcação, autógrafo, etc. Popularmente, denominamos de “bibliófilo” aquele que costuma ler com muita frequência, aquele que “ama” os livros. No entanto, essa definição ultrapassou esta característica, denominando-o como um colecionador e profundo entendedor de livros.

 

Livros dignos de coleção

De maneira geral, considera-se um livro digno de coleção aquele que cumpre dois critérios fundamentais para julgar a importância de uma obra: a sua raridade e a importância do referido escrito na tradição cultural à qual se insere.

 

As primeiras edições e a importância histórica

De início, aquilo que é considerado raro pela maior parte dos bibliófilos é a primeira edição. A primeira edição possui uma aura mágica, que se liga, fundamentalmente, ao fato de que foi e é a primeira aparição pública de uma obra para o público leitor. Por exemplo, o indivíduo que percorra as mãos pelas páginas de uma primeira edição de Machado de Assis, como “Dom Casmurro”, saberá que foi daquela forma, com aquele tipo, aqueles eventuais erros de correção, aquela encadernação e aquele papel, que o “bruxo do Cosme Velho” fez conhecer ao mundo essa obra maravilhosa que é até hoje um clássico da literatura brasileira.

O segundo tópico, a importância histórica, liga-se à vida da obra em si. Uma primeira edição, por exemplo, de Racine e de Molière valem muito, tanto em termos financeiros quanto históricos, ao passo que uma primeira edição de um escritor sem projeção vale pouco. Racine e Molière fundaram o teatro clássico francês, e foram escritores brilhantes para a França e para o resto do mundo.

 

Outras peculiaridades que fazem de um livro colecionável

Por fim, vale ressaltar que mesmo obras que não tenham as características básicas acima também são passíveis de serem itens colecionáveis quando apresentam algumas peculiaridades como autógrafos importantes, dedicatórias a celebridades, anotações do autor, “ex-libris” (informação da biblioteca a quem pertenceu o exemplar), ilustrações com desenhos e gravuras de artistas, além do tempo que possuem.

 

O mercado de livros raros

O mercado de livros raros sempre esteve entre os mais frenéticos do mercado internacional de Arte e Antiguidade. Mesmo no Brasil, a Bibliofilia esteve sempre presente em casas de leilões e livrarias especializadas em livros raros e antigos. Vida longa aos livros!

 

 

Dica Literária

LIVRO DOS EX-LIBRIS
Alberto da Costa Silva/Anselmo Maciel (org.)
Ed. IMESP, 2014

O ex-líbris nasceu do mais enganoso de todos os sentimentos, o sentimento de posse, mas também como uma declaração de amor ao livro. Amor e engano, uma pontinha de vaidade. Eis a fórmula para explicar essa persistente história de quase quatro mil anos. Símbolo de poder de um faraó, marca de propriedade de um rei assírio, expresso em ideogramas japoneses ou em mensagem iluminada nos maravilhosos manuscritos medievais, o ex-líbris assumiu, ao longo dos milênios, as mais diversas formas, até a atual, criada no século XV: uma pequena gravura para se colar na contracapa ou na guarda dos livros. Calcula-se que, desde sua origem, já foram criados mais de um milhão de ex-líbris, uma parcela deles da mais alta expressão artística. Pequenas jóias de arte, assinadas por mestres de todas as épocas e estilos. Este livro é essencial para os amantes, e também não amantes, da leitura, mas sempre apreciadores de uma Arte original.

 

 

Antiguidades e obras de arte

José Márcio Viezzi Molfi é fundador da VM Escritório de Arte, antiquário clássico de São Paulo especializado na comercialização de obras de arte e antiguidades; pesquisa, catalogação, avaliação e gestão de acervos; consultoria em “art investment” para colecionadores e instituições públicas e privadas; realização de exposições e leilões de arte e antiguidades, e assessoria em serviços de restauração.

 

VM Escritório de Arte
José Márcio Viezzi Molfi
Rua Augusta nº 2.203, Loja 18, Galeria América, Cerqueira César, São Paulo-SP
Telefones: 55-11-3311-8578 ou 55-11-99134-4663
Atendimento de segunda-feira a sexta-feira das 9h às 18h
http://www.vmescritarteleiloes.com.br
https://www.facebook.com/marciomolfi/