Uma das mais prestigiadas fábricas de cristais do mundo, a Baccarat surgiu com a permissão do rei Luis XV dada ao bispo de Metz, monsenhor Louis De Montmorency-Laval, em 1764 para que fundasse a “Companhie des Cristalleries Baccarat” na província de Lorraine, à leste da França. Assim, estavam implantadas as raízes daquela que viria a ser uma das mais conceituadas cristalerias do mundo.

 

Desde o início, a excelência

O primeiro cristal fabricado pela manufatura data de 15 de novembro de 1816, segundo seus inventários. No ano seguinte, foi transformada em primeira cristaleria da França. Desde então, a marca é sinônimo universal de lapidação precisa, manufatura delicada em objetos únicos e nas formas mais variadas. Vasos, cinzeiros, lustres, espelhos, candelabros e acessórios femininos. De reis a plebeus abastados, as peças Baccarat ao longo dos anos foram se tornando sinônimos de status e opulência, charme e sofisticação real. A fábrica sobreviveu às guerras e revoluções, sempre produzindo copos, garrafas e baldes, muitas das vezes monogramados, pois eram feitos sob encomenda, além de seus tradicionais lustres em cascata, abajures, jóias, bijuterias, frascos de perfumes, esculturas, maçanetas, entre outros variados tipos de objetos artísticos. As peças eram lapidadas à mão como pedras preciosas, em processo artesanal com caprichos e requintes. Essas características a tornaram reverenciadas mundo afora. Ainda hoje são peças de excelência em beleza e qualidade altamente procuradas no mercado de arte e de luxo.

 

Curiosidades

  • No começo do século XX, a Baccarat produziu frascos de cristal lapidado para perfumistas como Guerlain, D’Orsay, Chanel, Dior e Jean Patou, entre outros. Hoje são altamente disputados pelos colecionadores deste tipo de objeto;

 

  • O Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, apresenta, na sua coleção, serviços de mesa e peças decorativas da empresa, encomendadas pelo rei D. Luís I e pela sua consorte, a rainha Dª. Maria Pia, uma prova de como a realeza europeia reconhecia a excelência da manufatura;

 

  • O Brasil possui o terceiro maior acervo de cristais Baccarat do mundo, só perdendo para a França e para a Alemanha.

 

 

Dica Literária

BACCARAT
Dany Sautot
Ed. Assouline, 2007

Símbolo de excelência em cristal e um testemunho fiel da evolução dos estilos por quase dois séculos, a Baccarat sempre manteve a mesma linha de conduta: a de acompanhar a sua era, de ser o “reflexo do cristal” na moda e nos estilos. Do famoso copo “Harcourt”, projetado em 1841, à pureza do decantador “Dionysos”, criado em 1996, e até à criação de objetos inusitados, como uma poltrona de cristal, por exemplo, a história da Baccarat está ligada à história das artes decorativas francesas. Ela encarna a busca constante da perfeição e o desejo de domar a pureza do cristal. Livro referencial para leigos e profissionais que apreciam Arte e decoração.

Edição em francês.

 

 

Antiguidades e obras de arte

José Márcio Viezzi Molfi é fundador da VM Escritório de Arte, antiquário clássico de São Paulo especializado na comercialização de obras de arte e antiguidades; pesquisa, catalogação, avaliação e gestão de acervos; consultoria em “art investment” para colecionadores e instituições públicas e privadas; realização de exposições e leilões de arte e antiguidades, e assessoria em serviços de restauração.

 

 

VM Escritório de Arte

José Márcio Viezzi Molfi

Rua Augusta nº 2.203, Loja 18, Galeria América, Cerqueira César, São Paulo-SP

Telefones: 55-11-3311-8578 ou 55-11-99134-4663

Atendimento de segunda-feira a sexta-feira das 9h às 18h

http://www.vmescritarteleiloes.com.br

https://www.facebook.com/marciomolfi/