Este famoso serviço de porcelana alemã de Meissen foi oferecido em 1737 por Augusto III, rei da Polônia e eleitor da Saxônia, a Marie Leszczynska, rainha da França, esposa do rei Luís XV. O mimo era, sem dúvida, um gesto de cordialidade e uma forma de aliviar as tensões que haviam restado entre seu país e a França no final da Guerra da Sucessão Polonesa, que havia afastado o pai da rainha do trono.

 

Meissen, um presente diplomático

No final da década de 1720, a produção de Meissen havia sido objeto de presentes diplomáticos em vários reinos europeus (Áustria, Dinamarca, França, Rússia, Nápoles, Veneza…). Parece que o primeiro presente destinado a um membro da família real da França foi exatamente este que Marie Leszczynska ganhou. A França, por sua vez, também seguiu este exemplo de Augusto III e, em 1758, Luís XV enviou dois serviços da mais fina porcelana francesa de Sèvres para a imperatriz Maria Teresa da Áustria e para o rei Frederico V da Dinamarca.

 

O serviço para chocolate e chá oferecido à Marie Leszcynska

O serviço composto de um estojo-baú de couro vermelho decorado em ouro cinzelado era originalmente composto de cinquenta e seis peças: doze tigelas para chá, doze pires, doze taças de chocolate com seu apoio, uma tigela para enxaguar, chocolateira, jarra, dois bules com um porta-bule, açucareiro e uma caixa para chá. Ele foi confiado a Maurice de Saxe, meio-irmão de Augusto III, para ser levado à França. O mercador Jean Charles Huet, agente da manufatura de Meissen em Paris, foi pago em setembro de 1737 por seu papel na prestação do serviço.

Todas as suas peças têm as armas da aliança da Rainha (brasões da França e da Polônia) e são adornadas com abundantes douramentos e decorações variadas, com sofisticadas cenas chinesas, militares e marítimas.

Na época da execução do jogo, a fábrica de porcelana Meissen, fundada em 1710, conhecia seu verdadeiro apogeu. Foi encabeçada pelo conde de Brühl, primeiro ministro do eleitor da Saxônia, o que demonstra todo o prestígio que a mesma tinha junto à realeza e à nobreza daquele reino.

 

reliquiano-o-servico-para chocolate-e-cha-oferecido-a-marie-leszcynska-2

 

 

A predileção da rainha pela porcelana Meissen

Por fim, como curiosidade, tal a importância deste presente junto ao casal real francês, que o mesmo é citado no inventário que foi feito em Versalhes logo após a morte de Marie Leszczynska, mencionando “os outros caixotes cobertos com a mesma pele de carneiro vermelha com compartimentos em tafetá azul, cheio de belas porcelanas Dresden china…” do referido conjunto. Neste documento pode ser visto que a rainha possuía muitas peças de porcelana de Meissen e que ela parece ter tido uma predileção sincera pelas peças produzidas por essa manufatura alemã. O inventário descreve, de fato, vários pares de tocheiros, notavelmente no boudoir, vinte ou mais figuras e grupos escultóricos modelados, quinze vasos ornamentais e potpourris e, no gabinete, “…uma cornija de lareira composta por cinco vasos de porcelana saxã com flores em mosaico de cores azuis…”.

Obviamente, tudo de Meissen…

 

reliquiano-o-servico-para chocolate-e-cha-oferecido-a-marie-leszcynska-3

Rainha Marie Leszcynska

 

 

Dica Literária

EARLY MEISSEN PORCELAIN IN DRESDEN
Ingeloren Menzhausen
Ed. Thames & Hudson, 1990

Fartamente ilustrado, este livro em 212 páginas traz peças produzidas por J. J. Kändler, Reinicke, entre outros artistas e modeladores iniciais desta famosa manufatura. Peças do século XVIII que fizeram a fama de Meissen, na sua mais diversificada produção que ia desde vasos até a esculturas.

Obra referencial para os amantes da arte da porcelana.

Edição em inglês.

 

Antiguidades e obras de arte

José Márcio Viezzi Molfi é fundador da VM Escritório de Arte, antiquário clássico de São Paulo especializado na comercialização de obras de arte e antiguidades; pesquisa, catalogação, avaliação e gestão de acervos; consultoria em “art investment” para colecionadores e instituições públicas e privadas; realização de exposições e leilões de arte e antiguidades, e assessoria em serviços de restauração.

 

 

VM Escritório de Arte

José Márcio Viezzi Molfi

Rua Augusta nº 2.203, Loja 18, Galeria América, Cerqueira César, São Paulo-SP

Telefones: 55-11-3311-8578 ou 55-11-99134-4663

Atendimento de segunda-feira a sexta-feira das 9h às 18h

http://www.vmescritarteleiloes.com.br

https://www.facebook.com/marciomolfi/