Domingos Avallone é um dos principais restauradores de carros de fibra de vidro do Brasil.

 

ENGLISH VERSION

 

Domingos e sua relação com os carros

Domingos é apaixonado por carros desde os 10 anos de idade. Seu primeiro carro foi um DKV Vemaguet 1967. Em 1971, sofreu um acidente em uma Corrida de Marcas e Pilotos no Autódromo de Interlagos. Ficou em coma por dois dias e de cama por um ano e meio. Recuperado, comprou um Simca Tufão 1965. Como o veículo não estava em bom estado, Domingos teve que reformá-lo, e para isso conheceu as oficinas de São Paulo.

 

O primeiro Puma

Domingos se formou em Engenharia Mecânica Operacional e fez um ano de Engenharia Civil. Em 1974, aos vinte anos, comprou o que seria uma de suas marcas registradas: um Puma GTE. E não parou mais. Pagava o consórcio para comprar um novo Puma, sempre dando o anterior como entrada. Inquieto e minucioso, cuidava dos seus carros nos mínimos detalhes. Desmontava e montava partes. Tirava as rodas para limpar os para-lamas. Ajustava os motores.

 

A concepção de uma oficina que realizasse todos os serviços

Em 1979, tornou-se sócio de uma auto elétrica. Em 1980, de uma oficina mecânica. Mesmo sendo sócio de duas oficinas, pensava em ter uma oficina que centralizasse todos os serviços que na época eram feitos por diversas oficinas: funilaria, pintura, mecânica, tapeçaria, elétrica e vidraçaria.

 

1984, um ano especial

Em 1984, Domingos tinha um Bel Air 1953 e um Puma GTC 1984. Foi a necessidade de restaurar o Bel Air que fez com que Domingos amadurecesse o projeto da oficina idealizada por ele. Nesse ponto entrou o destino. Domingos soube que uma oficina estava a venda. E não era uma oficina qualquer. Era justamente uma oficina especializada em funilaria e pintura de carros de fibra de vidro.

 

Domingos comprou a oficina, e em trinta dias, a adaptou para que oferecesse de forma centralizada todos os serviços. Um grande diferencial para a época.

 

Foi também em 1984 que Domingos conheceu Milton Masteguin, um dos fundadores da Puma, e que criou posteriormente a Chamonix, empresa especializada na fabricação e exportação de réplicas Porsche.

 

O trabalho de Domingos se torna referência

Com o tempo, Domingos se tornou referência. A oficina conquistou clientes no Brasil inteiro. Carros como o Puma, MP Lafer, Gurgel, Miura, Adamo, Glaspac, Santa Matilde e Malzone, passaram pelas mãos da equipe de Domingos Avallone. Considerando os raríssimos GT Malzone, produção estimada de apenas 35 unidades, quase todos foram restaurados por Domingos.

 

É importante ressaltar que além da restauração de carros de fibra de vidro, Domingos também faz a restauração de carros de chapa de aço. Mas como ele próprio ressalta, o processo de restauração de funilaria e pintura de um carro de fibra de vidro é muito mais complexo que o processo de restauração de um carro de chapa de aço.

 

FOTOS

 

Domingos Avallone
Telefone: 55-11-99967-9571.

 

 

DOMINGOS AVALLONE: RESTORATION OF FIBERGLASS CARS

Domingos Avallone is one of the main restorers of fiberglass cars in Brazil.

 

Domingos and his relationship with cars

Domingos has been passionate with cars since he was 10 years old. His first car was a DKV Vemaguet 1967. In 1971, he suffered an accident in a Race of Marks and Drivers at the Autodrome of Interlagos in São Paulo. He was in a coma for two days and bed for a year and a half. Recovered, he bought a 1965 Simca Tufão (Typhoon). As the vehicle was not in good condition, Domingos had to reform it, and for that he knew the São Paulo auto repair shops.

 

The first Puma

Domingos graduated in Operational Mechanical Engineering and studied one year of Civil Engineering. In 1974, when he was twenty years old, he bought what would be his trademark: a Puma GTE. And he did not stop anymore. Paid the consortium to buy a new Puma, always giving the previous as input. Restless and meticulous, he took care of his cars in the small detais. Disassembled and assembled parts. Took out the wheels to clean the mud flaps. Adjusted the engines.

 

The conception of an auto repair workshop to carry out all the services

In 1979, he became a partner in an auto electric workshop. In 1980, in a auto mechanic workshop. Despite he was partner in two workshops, he thought about having one that would have all the services that were done in several places: body, carpentry, painting, mechanics, tapestry, electrical and glazing.

 

1984, a special year

In 1984 Domingos had a Bel Air 1953 and a Puma GTC 1984. It was the need to restore the Bel Air that made Domingos mature the conception of the auto repair workshop he was thinking about. At this point, the fate entered. Domingos knew that a workshop was for sale. And it was a special one: a workshop specialized in body and painting of fiberglass cars.

 

Domingos bought the workshop, and in thirty days, he adapted it to offer all the services in one place. A great differential for the time.

 

It was also in 1984 that Domingos met Milton Masteguin, one of the founders of Puma, and who later created Chamonix, a company specialized in the manufacture and export of Porsche replicas.

 

The work of Domingos becomes a reference

Over time, Domingos became a reference. His workshop has gained customers throughout Brazil. Cars like Puma, MP Lafer, Gurgel, Miura, Adamo, Glaspac, Santa Matilde and Malzone, were restored by the team of Domingos. Regarding the very rare GT Malzone, estimated production of only 35 units, almost all were restored by Domingos.

 

It is important to note that in addition to the restoration of fiberglass cars, Domingos also does the restoration of steel plate cars. But as he himself points out, the process of restoring the body and painting of a fiberglass car is much more complex than the process of restoring a steel plate car.

 

Domingos Avallone
Phone number: 55-11-99967-9571.

 

FOTOS/PHOTOS

 

 

Na foto principal desse artigo, Domingos Avallone está acompanhado por um Puma GTE 1969 (vermelho); um Puma GTS 1971 (verde), o primeiro Puma conversível; um Puma GTE 1980 (champagnhe) e um Puma GTS 1980 (verde) conversível.

 

In the main photo of this article, Domingos Avallone is accompanied by a 1969 Puma GTE (red); a Puma 1971 GTS (green), the first convertible Puma; a 1980 Puma GTE (champagne) and a 1980 convertible Puma GTS (green).