O Mercado Moderno, ou Memo, é uma galeria do Rio de Janeiro especializada em mobiliário moderno e contemporâneo de designers brasileiros e estrangeiros. Ela foi fundada em 2001 por Alberto Vicente, Marcelo Vasconcellos e Rosana Vicente.

Seu público é composto por admiradores de design, arquitetos, designers de interiores e colecionadores.

 

ENGLISH VERSION

 

O mobiliário moderno e contemporâneo

O móvel moderno foi produzido entre as décadas de 1920 e de 1970. Nesse período, destacaram-se designers como Joaquim Tenreiro, Jorge Zalszupin, José Zanine Caldas, Oscar Niemeyer e Sérgio Rodrigues. Um dos fatores que muito contribuiu para a criatividade desse período foi a arquitetura adotada na construção de Brasília na segunda metade da década de 50.

A partir da década de 90, se inicia o período do móvel contemporâneo, destacando-se designers como Domingos Tótora, Gustavo Bittencourt, Hugo França, Zanini de Zanine e Oficina Ethos (Rodrigo Calixto e Guilherme Sass).

 

A participação do Memo em feiras especializadas

O trabalho desenvolvido pelo Memo se reflete nas destacadas participações no Art Rio, IDA, SP Arte e a Design Miami/.

A Design Miami/ ocorre duas vezes ao ano: em Junho na Basileía, Suíça, e em Dezembro em Miami. Ela reúne colecionadores, galeristas, designers, curadores e críticos, acontecendo em conjunto com a Art Basel, a mais conceituada feira de arte moderna e contemporânea do mundo. O Memo participou da Design Miami em Dezembro de 2016 e foi a única galeria de design brasileira que participou da última edição na Basiléia (Junho de 2017).

 

O Memo e os livros Móvel brasileiro moderno e contemporâneo da FGV

O trabalho desenvolvido pelo Memo inspirou projetos como o livro Móvel brasileiro moderno, publicado pela FGV Projetos em 2012, que trata da história do mobiliário brasileiro desde o pioneirismo moderno até a contemporaneidade. Dada a riqueza e abrangência do material levantado, esse trabalho fez com que a FGV Projetos publicasse em 2013, o livro Móvel brasileiro contemporâneo, novamente com a colaboração do Memo.

 

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-5

Sofá em tecido ultra sued, anos 60, Percival Lafer; Poltronas Drummond, 1959, Sérgio Rodrigues; mesa de centro, Rodrigo Calixto; luminária italiana com 7 cúpulas em vidro fosco; Cadeira Moeda e cabideiro, Zanini de Zanine;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-3

Sofá Canapé e duas poltronas, 1958, Joaquim Tenreiro; poltronas em Jacarandá e camurça, anos 70, Jorge Zalszupin; quadro azul, Tahian Bhering;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-2

Poltrona MOG, Zanini de Zanine; Aparador Brise-Soleil, Gustavo Bittencourt; Chaise Longue Rio, Oscar Niemeyer;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-4

Cadeira de embalo em Jacarandá e palha natural, 1947, Joaquim Tenreiro;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-6

Cadeira laqueada de preto, anos 50; Poltrona Design, anos 50, Carlos Hauner;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-8

Desk Itamaraty, anos 60, Sérgio Rodrigues; luminária de mesa inglesa, anos 50; luminária francesa de chão Jielde, anos 30; Cadeira Leira em papelão reciclado, Domingos Tótora;

reliquiano-memo-mercado-moderno-alberto-vicente-marcelo-vasconcellos-mobiliario-moveis-de-design-moderno-e-contamporaneo-7

Mesa de centro, Zanini de Zanine; par de bancos, Hugo França; luminária preta de parede, anos 50, Studio Arredoluce; poltrona de madeira reciclada, Hugo França; painel de parede em papelão reciclado, Domingos Tótora;

 

 

Mercado Moderno – Memo

Rua do Lavradio nº 130, Centro, Rio de Janeiro-RJ

Telefone: 55-21-2508-6083

 

 

http://www.mercadomodernobrasil.com.br/

http://basel2017.designmiami.com/

http://www.artrio.art.br/

http://www.ida.art.br/

http://www.sp-arte.com/

 

 


MEMO: MODERN AND CONTEMPORARY DESIGN FURNITURE

The Modern Market, also known as Memo, is a gallery from Rio de Janeiro dedicated to the modern and contemporary furniture by Brazilian and foreign designers. It was founded in 2001 by Alberto Vicente, Marcelo Vasconcellos and Rosana Vicente.

 

Memo

Memo is specialized in modern and contemporary furniture by Brazilian and foreign designers. The modern period goes from the 1920s to the 1970s, having important designers as Joaquim Tenreiro, Jorge Zalszupin, José Zanine Caldas, Oscar Niemeyer and Sérgio Rodrigues. One of the factors that greatly contributed to the creativity of this period was the architecture adopted in the construction of Brasilia, in the second half of the 1950s. The 1990s is the begining of the contemporary period, with designers such as Domingos Tótora, Gustavo Bittencourt , Hugo França, Zanini de Zanine and Oficina Ethos (Rodrigo Calixto and Guilherme Sass). The Memo’s audience is formed by design admirers, collectors, architects and interior designers.

 

Memo’s participations in specialized fairs

The work developed by Memo is reflected in the important participations in Art Rio, IDA, SP Arte and Design Miami.

Design Miami/ takes place twice a year: June in Basel, Switzerland, and December in Miami. It brings together collectors, gallery owners, designers, curators and critics. The Design Miami/Basel takes place in conjunction with Art Basel, the world’s most prestigious modern and contemporary art fair. Memo participated in Design Miami in 2016 and 2017 and was the unique Brazilian gallery that participated in the last edition of Design Miami/Basel in June 2017.

 

The books about Modern and Contemporary Brazilian Furniture developed by Memo and the Getúlio Vargas Foundation (FGV)

The work developed by Memo inspired projects such as the book Modern Brazilian Furniture, published by FGV Projects in 2012. The book teels the history of Brazilian furniture from the modern period to the contemporary. Given the richness and comprehensiveness of the material raised, this book inspired FGV Projects to publish in 2013, the book Contemporary Brazilian Furniture, again with the collaboration of Memo.